A violência no casal é qualquer forma de violência entre 2 pessoas que estão vinculadas emocional ou sexualmente (relação). Frequentemente, a violência no casal mostra que não existe igualdade entre os parceiros. 

A violência no casal é punível.

A violência no casal pode ocorrer em todas as classes e culturas da sociedade.

Tipos de violência no casal

Existem 4 tipos de violência no casal:

  • violência psicológica, por exemplo: insultos, humilhação, ameaças, ignorar o seu/a sua parceiro/a;
  • violência física, por exemplo: pancadas, pontapés, maltrato, obrigar o seu/a sua parceiro/a a realizar ou submeter-se a atos nocivos (por exemplo: ter de tomar banho em água demasiado quente);
  • violência sexual, por exemplo: obrigar o seu/a sua parceiro/a a ter sexo (violação) ou a ver pornografia;
  • violência económica, por exemplo: dizer que fazer com o seu dinheiro e o dinheiro do casal contra a sua vontade, disponibilizar dinheiro insuficiente para viver, negar-lhe bens materiais necessários.

Solução da violência no casal

Se um disputo degenerar em violência, procure um lugar seguro, mesmo que seja por pouco tempo. Logo que seja garantida a sua segurança, pode pensar no que precisa e no que pode fazer.

É difícil encontrar uma solução para a violência no casal sozinho. A violência no casal frequentemente ocorre mais de uma vez. Contacte os serviços profissionais como o seu médico de família, a polícia ou casas de abrigo. Se quiser, pode perguntar a alguém de confiança para acompanhá-lo. Também pode telefonar à linha de apoio para violência no casal.

Profissionais ouvem a sua história sem julgá-lo. Também respeitam a sua privacidade.

Se quiser pôr fim à violência, não tem de terminar a sua relação ou deixar o seu/a sua parceiro/a. Seja qual for a decisão que tome, sempre pense na sua segurança e no seu bem-estar (e nos dos seus filhos).

Se se sentir culpado, envergonhado ou tiver menos autoestima, é importante não se culpar. São sentimentos comuns devidos à violência no casal. 

Se for autor, pode procurar ajuda para fazer com que não magoe mais o seu/a sua parceiro/a no futuro. Pergunte para ajuda profissional.

Partnergeweld is elke vorm van geweld tussen 2 mensen die een emotionele en/of seksuele band met elkaar hebben (relatie). Partnergeweld maakt vaak duidelijk dat er geen gelijkheid is tussen de partners.

Partnergeweld is strafbaar.

Partnergeweld kan zich binnen alle klassen en culturen van de samenleving voordoen.

Soorten partnergeweld

Er zijn vier soorten partnergeweld:

  • psychologisch geweld, zoals bijvoorbeeld: beledigingen, vernedering, dreigementen, uw partner negeren;
  • fysiek geweld, zoals bijvoorbeeld: slaan, schoppen, ruw behandelen, uw partner dwingen om schadelijke handelingen uit te voeren of te ondergaan (bijvoorbeeld moeten baden in water dat te heet is);
  • seksueel geweld, zoals bijvoorbeeld: uw partner dwingen seks te hebben (verkrachting), hem/haar dwingen om pornografie te bekijken;
  • economisch geweld, zoals bijvoorbeeld: tegen uw partners wil in beslissen hoe zijn/haar geld besteed wordt, onvoldoende leefgeld voorzien, hem/haar noodzakelijke materiële goederen ontzeggen.

Partnergeweld oplossen

Wanneer een discussie in geweld dreigt te ontaarden, ga dan naar een veilige plaats, zelfs als dit maar voor even is. Zodra u in veiligheid bent, kunt u nadenken over wat u nodig heeft en wat u kunt doen.

Het is moeilijk om partnergeweld alleen op te lossen. Partnergeweld gebeurt vaak meer dan een keer. Neem contact op met professionele diensten zoals uw dokter, de politie of crisisopvangcentra. Als u wilt, kunt u iemand die u vertrouwt vragen om u te vergezellen. U kunt ook bellen naar de hulplijn voor partnergeweld.

Professionele zorgverleners luisteren naar uw verhaal zonder te oordelen. Zij respecteren ook uw privacy.

Als u het geweld wilt stoppen, hoeft u niet noodzakelijk de relatie te beëindigen of uw partner te verlaten. Welke beslissing u ook neemt, sta vooral stil bij uw eigen veiligheid en welzijn (en die van uw kinderen).

Als u zich schuldig, beschaamd of minder zelfverzekerd voelt, dan is het belangrijk uzelf niets te verwijten. Deze gevoelens komen vaak voor bij partnergeweld.

Als u een overtreder bent, kunt u hulp zoeken zodat u uw partner in de toekomst geen geweld meer aandoet. Vraag professionele hulp.

Necessita de mais informações ou ajuda?

1712
Número de telefone gratuito para obter respostas a todas as perguntas sobre a violência
1712 (9h às 17h)
CAW - Centrum Algemeen Welzijn
Centro para o bem-estar geral – Ajuda com todos os tipos de perguntas: uma relação difícil, problemas médicas, financeiras, administrativas ou jurídicas, problemas familiares, etc. Os CAW também prestam serviços de aconselhamento a vítimas de violência e abuso. Encontre um CAW perto de si:
Cvfe
Collectif contre les Violences Familiales et l’Exclusion (Associação contra a violência doméstica e a exclusão) – Ajuda em caso de violência no casal
04 223 45 67 (24h/24)
I.T.E.R.
Centro para a prevenção, o apoio e o tratamento de comportamentos sexualmente abusivos. Serviços de apoio e aconselhamento para autores de violência sexual, para pessoas que têm perguntas sobre o seu comportamento sexual e para qualquer pessoa que tem perguntas sobre a violência sexual.
02 512 62 43 (das 9h às 16h)
Polícia
Ajuda em situações de perigo para a vida
101
SOS Viol
Ajuda psicológica, jurídica e social em caso de atentado ao pudor e de violação
02 534 36 36
Médico de família
É possível falar com o médico de família sobre qualquer assunto íntimo. Se for necessário, o médico de família pode encaminhá-lo para a consulta de um profissional de saúde qualificado. Encontre um médico de família perto de si:
Centro de saúde comunitário (wijkgezondheidscentrum)
Pode consultar um médico de família num centro de saúde comunitário. Nos centros de saúde comunitários trabalham também outros profissionais de saúde, como enfermeiras e assistentes sociais. A assistência será prestada a título gratuito. Encontre um centro de saúde comunitário próximo de si:
Casa de abrigo (vluchthuis)
Uma casa de abrigo oferece acolhimento, apoio, tranquilidade e segurança a pessoas que enfrentam ameaças e/ou abusos. As casas de abrigo têm endereço sigiloso.
078 150 300
Mais profissionais de saúde

Dicionário e traduções